terça-feira, 15 de janeiro de 2013

TRICÔ UMA ARTE UMA HERANÇA - Sapatinho de Tricô Bebê Fadinha - Aprendendo Trico Manual



http://www.youtube.com/watch?v=Uvyotiu0HAI


           Está receita de sapatinho tricô eu dedico hoje a minha tia Célia Moura Bezerra que partiu a uma semana e era uma exímia tricoteira adorava fazer ticô a mão,era um hábito seu sempre que sabia de um nascimento na família e de amigos presentear o bebê com um sapatinho,que por sinal é uma tradição muito antiga,desejo de proteção,saúde,boa sorte e felicidade para o bebê;minha mãe e sua irmã, me falou que o que ela gostava de fazer era um modelo que já saia a meinha de dentro,eu ainda não encontrei a receita, mas sei que tem,então estou publicando este por enquanto.Uma coisa eu sei é que ela era muito cuidadosa nos seus trabalhos para não sujá-lo,então colocava um paninho no colo onde o trabalho ficava bem acomodado e sempre limpinho,uma ação muito sábia que devemos tentar copiar.E seus trabalhos eram etiquetados com seu nome caligrafado,uma ideia genial que eu segui,assim com está no meu blog ,uma etiqueta tb confeccionada manualmente.
Saudades de tia Célia e de não poder ter feito um sapatinho com ela,mas aqui tem um que parece com seu jeito de ser na sua doçura e amor.Um obrigada a tia Célia Moura pelas lições,que hoje transmito aqui para meus amigos e artesãs.



Foto: Hoje faz uma semana da partida de minha mãe Célia...
   Eu chorei muito...e ainda choro! Mas não choro pela perda e sim pela saudade...e esta saudade "ansiosa" vai se acalmar... sem jamais deixar de existir!
   Quero agradecer imensamente aqui por toda solidariedade e carinho que recebi dos familiares e amigos...do apoio incondicional (obrigado sempre Sandro Passos!) me fortaleci muito em cada um de vocês.
   Eu trago Célia em mim pelo seu sorriso, pela sua educação, repassada a mim e aos meus irmãos...eu guardo minha mãe por sua suavidade...por seu amor...minha Celinha vive em minha memória pela sua presença marcante...por seu temperamento forte...ela está em mim na sua elegância...
   São inúmeras "as Célias", cada pessoa que pode estar em seu convívio guarda um pouco dela...como disse Júlia Salamé: "o barulhinho do chinelo de vovó no quarto"...Maria Augusta Sampaio escreveu sobre as balas de mel guardadas, para deleite seu e dos netos...o neto mais velho, Antônio Climério jamais esquece do ciúme que ela sentia do seu velho amado Isnard, meu pai...Ana Eulália Koury relembrou as férias lá em casa, os carnavais e as faxinas de  toda sexta-feira (os lustres...cristais e pratarias)...o meu pai sente a ausência da companheira de 63 anos de casamento...
   Das várias mensagens que recebi uma resume bem a minha mãe...agradeço a Faustino Nascimento que disse: "... Deus me fez ver a vida como uma arvore frutífera...uma árvore no caminho...que fez sombra para os viajantes...tantos descansaram e recobraram forças debaixo de sua copa frondosa...trouxe beleza e perfume...tantos foram atraídos por suas flores...proveu alimento para os famintos...tantos comeram dos seus frutos...enriqueceu a tantos com suas sementes...que geraram muitas outras árvores...e um dia ela foi cortada...seu tronco na terra morreu...mas todos que passam por aquele caminho...não trazem a memória um tronco...mas sim a lembrança de uma árvore frondosa...que foi descanso...encanto...alimento e multiplicação...D. Célia...como aquela árvore...será sempre lembrada pela sombra...pelas flores...pelos frutos e pelas sementes que se multiplicaram..."
   E é assim que acredito que minha Mãe, Célia, Celinha, Vovó Célia, Bisa, Tia Célia vive em cada um de nós...é através de cada pequena lembrança que temos dela...quero agradecer a Deus pela dádiva dos 82 anos de vida de minha mãe, dos quais estivemos juntos por 39! Celinha partiu e eu não estou triste, não estou porque ela cumpriu, da maneira mais digna, sua missão aqui entre nós...e estaremos eu, Teresa, Maria De Fátima Bezerra da Costa, Eulália Moura Bezerra Salamé, Glória e Juliano levando adiante o AMOR que nossa mãe nos deixou e cuidando também do seu  
Isnard - nosso pai!
   Meu muito obrigado a todos!

   MÃE...EU TE AMO!


Um comentário: